[wp_show_posts id="376"]

#esperança

O destino mais difícil de ser deixado para trás: um lugar chamado nunca mais

Alguma vez você teve uma sensação parecida: é o último dia de uma viagem adorável e, enquanto tranca a mala para voltar à rotina, se avizinha uma espécie de melancolia, que transcende o fim das férias: é a certeza de que tudo o que foi vivido ali já faz parte da história e talvez nunca mais volte a ver aquele lugar, aquelas pessoas ou até reveja, mas não será a mesma experiência. Pode acontecer também ao fechar, pela última vez, a porta da casa que foi cenário de sua infância e entrega as chaves ao novo morador. Olhando através das grades da escola onde estudou ou limpando a gaveta de sua mesa no último dia naquele emprego. Ou ainda ao lembrar do último beijo, aquele não será mais repetido. A ideia do “nunca mais” é difícil de ser assimilada até mesmo quando a vivência nem foi assim tão gratificante. Porque é mais sobre a impotência de mandar no tempo, sobre termos a consciência de que não estamos no comando de nada e de que a vida vai passar incólume, independente de tê-la desfrutado ou não. Nem sempre o “nunca mais” tem a ver com a escassez de anos para serem ... Leia Mais